segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Papo de amiga: Separação dói, mas uma hora passa!




Ninguém nunca falou que separar é fácil, é tranquilo e não dói. Dói gente e dói muito! Até porque ninguém está preparado de fato (mesmo que seja necessário) para um termino de uma relação. A separação tem seus vários estágios de dor, de situações e circunstâncias, mas não deixa de ser traumática. Porém uma coisa é certa, essa dor não dura pra sempre, o que achamos que vai nos consumir por toda a vida, no seu devido momento vai passar (eu digo isso por experiência de causa).

Vai passar sim!!!

E pra quem está passando por um fim de relação no momento, ou já está sentindo que esse momento está próximo (porque se está sentindo que está vindo minha cara, é porque vem), tem uns requisitos básicos que tem de ser levados em conta porque faz parte e é fundamental para o estágio seguinte, aquele que vai te fazer sentir bem resolvida.

Às vezes, a relação já vem se desgastando como o passar do tempo e você vai meio que se separando aos poucos, que quando realmente chega ao fim você sofre, mas não fica naquela neura de que vai morrer e que seu mundo sucumbiu. Agora quando você é pega de surpresa e a surpresa consisti num fim repentino, aí minha querida você desce no centro da terra e não quer mais voltar. E é uma dor tão absurda que lhe tira todo o raciocínio lógico, costumo dizer que é uma dor sem "adjetivos" porque você não consegue explicar como dói, o quanto dói, você só sente devastar a alma. 

É devasta mesmo! Mas só até onde você quer!

A gente quando se relaciona quer que dure pra sempre, mas ninguém é obrigado a manter uma relação quando já não sente mais que é o melhor. E se você foi surpreendida e esta achando que o mundo acabou, não se preocupe, viva os estágios da separação que logo, logo tudo vai sumir. 

Primeiro de tudo, viva seu luto, chore o quanto puder, por horas, por dias, vai chegar uma hora que você não vai ter mais força pra chorar. Quer se isolar do mundo se isole, passe o dia inteiro com o mesmo pijama, lamente, ligue pra todas as amigas e se lamente ainda mais, vai chegar um momento que você vai se cansar das suas lamentações. Também vai ter aquele momento da loucura total, de querer voltar a qualquer custo pra pessoa, de achar que ninguém vai mais te querer na vida e tals. Quer saber? Não vale a pena correr atrás, porque se o boy quisesse mesmo está com você primeiro que não se separaria e segundo já teria voltado atrás. É melhor passar mais uns dias chorando e se lamentando com as amigas que é pra colocar tudo pra fora de uma vez. Eu sei que virão mil e uma interrogações. Qual o problema comigo? Onde foi que eu errei? Será que não sou perfeita? Mas tudo é uma questão de tempo pra começarem a surgir as exclamações. Eu não mereço passar por isso! Eu mereço ser feliz!

Depois de duas semanas mais ou menos, depois de todas as lágrimas, lamentações, porres, comilança de besteiras, você vai acordar um dia com um sentimento diferente, vai começar a refletir sobre tudo e perceber que sobreviveu, que está viva e aquela dor sem "adjetivos" já nem dói tanto assim. E pra ser categórica só pra lembrar daquele velho ditado " o que não te mata, te fortalece." E fortalece mesmo! O coração começa a reagir de maneira diferente, o sentimento amadurece e a razão volta ao seu eixo, havendo um retorno da relação ou não.

O importante disso tudo é que não vale a pena guardar mágoa, desacreditar no amor, porque tudo dar certo até o momento que dura, se não durou é que não era pra ser, e o tempo mostra isso com clareza.
Então bola pra frente a vida é curta e tem tantas emoções para serem vividas e sentidas, que a gente até esquece que sofreu.´Ser feliz é o que importa!

segunda-feira, 13 de julho de 2015

Cabelos: Que tal inverter a regra para lavar?

Olá gente!!

Que a semana venha recheada de acontecimentos bons pra todos nós!

Alguém aí já experimentou inverter a regra de lavar os cabelos? Em vez de ir direto ao shampoo, primeiro lavar com condicionador?

Não???


Pois eu já testei e senti realmente a diferença. Tinha escutado falar que os cabelos ficavam mais hidratados e bem menos agredidos pelo shampoo, que as vezes mesmo hidratando com máscaras e tals, ficam meio ressecados. Senti meus cabelos, que tem luzes e progressiva, mais hidratados já que eles tem uma tendência a ficarem secos. E não senti que ficaram pesados.

Primeiro eu lavo com condicionador (preferido), depois shampoo, em seguida máscara e finalizo com bem pouco condicionador novamente. Isso para quem tem cabelos secos como eu, para quem tem cabelos normais basta lavar condicionador+shampoo+condicionador e pronto. O segredo é enxaguar bem e retirar todo o excesso do produto.

Façam o teste e me contem depois. Beijos!!

terça-feira, 7 de julho de 2015

Spa caseiro: Esfoliação corporal!

Gente vamos combinar que a sensação de tocar a pele e sentir ela lisinha, macia é muito bom, não é mesmo? E nada como fazer uma esfoliação corporal total. 
Calma!!!



Não precisa se desesperar, que centro de estética custa caro, que o dinheiro está curto e ficar bonita está pela hora da morte. Sempre tem um jeitinho caseiro que dá super certo e causa praticamente o mesmo efeito. Eu por exemplo sempre que tenho disposição (porque tem que ter disposição minha filha), faço uma esfoliação caseira que no meu caso renova até a alma.

Durante o banho eu coloco em um recipiente açúcar cristal, sabonete líquido neutro infantil aquele da Johnson, faço uma misturinha consistente e com o corpo molhado passo essa misturinha e vou esfoliando todo o corpo com movimentos leves e circulares, deixo a pele descansar por alguns minutos e depois enxáguo tudo. Em seguida depois do banho hidrato todo o corpo, geralmente com um hidratante do momento que estou usando(pode ser qualquer um da sua preferência). A pele fica como se você tivesse saído do SPA. Você pode fazer a cada quinze dias (ou uma vez no mês se for preguiçosa como eu), mas a sensação final compensa.

quinta-feira, 2 de julho de 2015

Dica do Dia: Limpeza de sofá!

Esse tempo meio frio e úmido acabam deixando os sofás com cheirinho desagradável e até com cheiro de mofo. E pra amenizar um pouco essa situação nada agradável vai uma receita caseira pra manter seu sofá limpo e cheiroso.

Ingredientes


  • 1 litro de água
  • 1/4 de copo de álcool
  • 1 colher de sopa de bicarbonato de sódio
  • 1/2 copo de vinagre branco
  • 1 colher de sopa de amaciante


Misture todos esses ingredientes em um borrifador e espirre pelo sofra, geralmente seca rápido devido a utilização do álcool (eu geralmente vou passando um paninho umedecido com essa solução que remove qualquer resíduo de sujeira, e ainda dou uma leve secada com secador de cabelo). O resultado é muito bom, porque o bicarbonato faz a ação de limpeza profunda, o amaciante deixam as fibras mais macias e o vinagre deixa a cor mais vibrante. 

Testem, depois me contem. Beijos!

segunda-feira, 29 de junho de 2015

Decoração: Como organizar roupas de cama e banho

Tem coisa melhor do que abrir as portas do armário e se deparar com tudo organizadinho, arrumadinho no seu devido lugar? Realmente poder manter essa organização em dia é o sonho de toda dona de casa. Até mesmo pela vida agitada e correria do dia a dia, se tem truques que facilitam a nossa vida, ótimo!

Cada pessoa tem seus macetes de organização, ou pelo menos tentam ter. As roupas de cama e banho por exemplo, já pensou que é bem mais prático separar por kits em vez de separar por categorias, tipo apenas lençóis de elásticos, apenas fronhas, apenas toalhas de rosto...Quando a organização é disposta por kits facilita demais de maneira rotativa nossa vida ou de quem nos prestam serviços domésticos.


Em vez de separar cada item específico, que tal fazer a junção do jogo de cama, assim como o jogo de banho? Dessa forma facilita na hora da troca por já estarem todos jogos separados. Sem aquela canseira de pega uma peça aqui,pega outra peça ali.

A primeira dica é envolver as peças como fronhas e lençol de elástico no lençol de cima de seus respectivos jogos facilita ainda mais, isso significa que se amassarão menos, menos espaço ocupado e esteticamente fica mais equilibrado.

Outra sugestão super interessante e também prática é acomodar o jogo dentro da fronha do mesmo.Também fica bem organizado. E acredite facilita muito a vida!

Espero que vocês tenham gostado uma ótima semana!

terça-feira, 9 de junho de 2015

E o príncipe encantado cadê?

Você sai de um abismo, uma relação infeliz, jura para o mundo e o universo que nunca mais vai se apaixonar de novo por homem nenhum. Até que num determinado dia sua promessa falha, porque nem o mundo e tão pouco o universo naquele dia deram ouvidos para o que você falava.

E aí minha filha, você encontra um boy, conversa vai, conversa vem, as coisas começam a mudar de figura. De imediato ele conta logo tudo sobre a vida dele, em uma fração de segundos você sabe quem ele namorou, por onde andou, como dorme, o que gosta de comer e se brincar o valor do contra cheque. Aí você pensa: Puta que pariu! Se ele falou da vida dele todinha, todinha, todinha (é pra enfatizar mesmo), é porque está muuuuiiito a fim. Dia seguinte ele já faz todas as promessas possíveis, imagináveis e até aquelas que você jamais conseguiu imaginar. Pois é, lá vem o anjinho caindo pelas tabelas, embrigado de paixão, bombardeando a mente da pessoa, e você insisti em pensar: Minha nossa senhora das encalhadas é esse o homem que eu quero pra minha vida. E ainda pra fechar e lacrar, o boy diz que quer viver o resto da vida dele ao seu lado até o último respiro, (soou meio romântico isso não foi?). Aí lascou! A essa altura a pessoa já está convicta de ele não só é o homem da vida como também foi enviado pelo todo poderoso.

Primeiro ano é tudo uma maravilha! Amor vai, amor vem, cada encontro parece o final feliz de todos os contos de fadas juntos. Todas as promessas se mantêm, todas as juras de amor se intensificam, engraçado que a memória é infalível, porque esse danado desse boy é capaz de lembrar até do momento que você suspirou e virou os olhinhos em uma determinada frase que foi dita, se brincar lembra a hora exata (sul real eu sei, mas é mais ou menos por aí, vai por mim que é assim).
E continua naquele romance meloso, ele diz que tudo que é dele é seu, tudo que é seu é dele, inclusive a senha de todas suas redes sociais (achou que só nós mulheres agimos assim né?) Tão fofo não é mesmo! Na cabeça da pessoa que está na caixa da expectativa tudo isso é amor, é cut cut.

Segundo ano ainda tem amor vai, amor vem, mas os defeitinhos começam a aparecer, algumas críticas já não são bem-vindas , perguntas como: Amor quem é aquele que você adicionou no Facebook? Conhece de quanto tempo? Começam a incomodar! Parece que você não tem AMIGAS, o fato de não atender uma ligação ao primeiro toque já quer dizer que seu tempo é apenas para os AMIGOS, (isso porque ele correu lá no face pra ver se você está ativo). Mas ainda é amor, a pessoa fica naquele achismo que o ciúmes faz parte, que é praticamente da família pode entrar e ficar. Só que agora a cabeça começa a entrar no meio termo entre a expectativa e a realidade.

Terceiro ano minha amiga, a coisa muda de figura. Tudo é proporcional ao tamanho do amor, as cobranças, as exigências, discussões por bobagens, os horários são controlados, os amigos da rede social deixaram de ser sociais... Me digam como o boy não tem tempo pra nada, mas tem tempo pra controlar quando você fica ativo no Facebook, no whatsapp? O camarada já começa a sofre de Alzheimer, porque tudo de bom que aconteceu ele não lembra mais, só consegue lembrar e ainda insiste em apenas lembrar das coisas ruins. Benditas sejam as redes sociais! A essa altura amor vai, amor vem, já se tornou bom dia, boa noite e sua cabeça começa a ocupar a caixa da realidade. Percebe que seguir a diante já não vale tanto assim. E aí? Cadê o príncipe encantado que queria viver ao seu lado até o último respiro?

O fato é, que a pessoa tem sempre a terrível ilusão de achar que um dia o príncipe encantado vai surgir. E por mais que jure para o mundo e o universo que não vai se apaixonar nunca mais... Vai sim! E que os boys da vida não mudam, não são diferentes uns dos outros, eles apenas tem tempo determinado para colocar as garrinhas de fora, uns antes outros depois da separação. Mas isso é assunto pra outro post.

Ah! A propósito, príncipe encantado é só nos contos de fadas, que por sinal são fictícios. #ficaadica


Beijos e até a próxima!